Nova estratégia do Twitter trás serviço de vídeo para rivalizar com o Youtube

No mês de novembro de 2014 o Twitter anunciou uma nova estratégia que seria colocado em pratica no primeiro semestre de 2015. Essa nova estratégia seria um serviço de vídeo nativo para posicionar-se como uma plataforma de mídia.

O twitter vídeo player vai carregar vídeos de até 10 minutos, e sem limite de tamanho, aceitando apenas arquivos em MP4 e MOV. Por enquanto não haverá opções de editar vídeos dentro do novo programa do Twitter, e o programa não suporta vídeos hospedados no Youtube ou em qualquer outro lugar.

“Além de simplesmente assistir a um vídeo com mais facilidade no Twitter, você deve ser capaz de gravar, editar e compartilhar seus próprios vídeos nativamente no Twitter”, escreveu Kevin Weil.

Os usuários terão um certo controle sobre como o vídeo é apresentado aos usuários em prazos por meio de uma miniatura personalizada.

Algumas perguntas sobre o Twitter vídeo Player foram feitas, e entre elas estava se existiria um limite de tamanho de vídeo.”Neste momento, não temos um limite de tamanho de arquivo quando o upload.Como tal, estamos a incentivar os parceiros a usar a maior fonte de vídeo resolução, para criar a experiência do usuário mais ideal. No entanto, tenha em mente que quanto maior o arquivo de origem, o que levará mais tempo para carregar”. foi a resposta dada aos usuários

O Twitter decidiu proibir o uso de vídeos do Youtube pois tudo aponta que a rede social está para construir seu próprio inventario de vídeo tentando assim tornar os anúncios juntamente com os vídeo muito mais lucrativos.

“A fim de proporcionar a melhor experiência para o usuário, é necessário que todos os vídeos sejam enviados e hospedado por Twitter. O mesmo vídeo que foi carregado para o YouTube também podem ser enviados para o Twitter, mas você não pode reutilizar o URL YouTube com o player de vídeo Twitter.”

Twitter - capa

 

O Youtube já ganhou um bom publico e pode ser difícil ser substituído por qualquer outro player de vídeo, mais ainda assim devemos esperar e ver o que o Twitter vídeo Player tem para oferecer.

 

Fonte: techcrunch e engadget




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *